Compartilhe:

IRPJ - Declaração Simplificada da Pessoa Jurídica (DSPJ) - Inativa 2014



21/01/2014



 1.Introdução

Conforme disposto na Instrução Normativa RFB nº 1.419/13, a Declaração Simplificada da Pessoa Jurídica (DSPJ) - Inativa 2014 deve ser apresentada pelas pessoas jurídicas que permaneceram inativas durante todo o ano-calendário de 2013.

O parágrafo único do art. 12 da Instrução Normativa supracitada determina que as pessoas jurídicas que forem extintas, cindidas parcialmente, cindidas totalmente, fusionadas ou incorporadas durante o ano-calendário de 2014, e que permanecerem inativas durante o período de 01/01/2014 até a data do evento, também deverão apresentar a DSPJ - Inativa 2014.

2.Conceito de Inativa

Considera-se pessoa jurídica inativa aquela que não tenha efetuado qualquer atividade operacional, não operacional,patrimonial ou financeira, inclusive aplicação no mercado financeiro ou de capitais, durante todo o ano-calendário.

Convém frisar que o pagamento, no ano-calendário a que se referir a declaração, de tributos relativos a anos-calendário anteriores e de multa pelo descumprimento de obrigação acessória não descaracteriza a pessoa jurídica como inativa no ano-calendário.

3.Prazo para Apresentação da DSPJ - Inativa 2014

A DSPJ - Inativa 2014 deve ser entregue no período de 02/01 a 31/03/2014, observando que o serviço de recepção de declarações será encerrado às 23h59min59s, horário de Brasília, de 31/03/2014.

A DSPJ - Inativa 2014 relativa a evento de extinção, cisão parcial, cisão total, fusão ou incorporação ocorrido no ano-calendário de 2013 deve ser entregue pela pessoa jurídica extinta, cindida, fusionada ou incorporada até o último dia útil do mês subsequente ao do evento.

A DSPJ - Inativa 2014, original ou retificadora, deve ser apresentada por meio do sítio da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) na internet, no endereço <http://www.receita.fazenda.gov.br>.

Com a apresentação da DSPJ - Inativa 2014, não serão aceitas, para o mesmo número de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), as seguintes declarações referentes ao ano-calendário de 2013:

I - Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (DIRF);

II - Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ); e

III - Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED).

4.Retificação da DSPJ - Inativa 2014

Considera-se indevida a apresentação da DSPJ - Inativa 2014 por pessoa jurídica que não se enquadre nas normas examinadas nos tópicos 1 e 2.

Na hipótese da apresentação indevida da DSPJ - Inativa 2014, a pessoa jurídica deve retificar a DSPJ - Inativa 2014 e marcar a opção “Não” no item “Declaração de Inatividade”, observando que para retificar a referida DSPJ será exigido o número de recibo da declaração retificada.

Oportuno ressaltar que a retificação anula a apresentação indevida da DSPJ - Inativa 2014 e possibilita a entrega das demais declarações.

5.Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP)

As Microempresas (ME) e as Empresas de Pequeno Porte (EPP) optantes pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (SIMPLES Nacional), que permaneceram inativas durante o período de 01/01/2013 até 31/12/2013, ficam dispensadas da apresentação da DSPJ - Inativa 2014, devendo, nessa hipótese, apresentar a Declaração Anual do SIMPLES Nacional 2014 (DASN 2014) com a opção de inatividade assinalada.FONTE CENOFISCO  




FALTA OU ATRASO NA ESCRITURAÇAO CONTABIL REGULAR DA EMPRESA
Como reaver créditos previdenciários dos pagamentos indevindos de verbas trabalhistas julgadas
Ato Declaratório Interpretativo RFB nº 4, de 5 de junho de 2014
PORTARIA CONJUNTA Nº 15, DE 22 DE AGOSTO DE 2014
Nota Fiscal de Venda a Consumidor - Características


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação